You are currently viewing Açores – O que visitar na Ilha Terceira
Monte Brasil e Angra do Heroísmo - Terceira

Açores – O que visitar na Ilha Terceira

A Ilha Terceira, a ilha lilás! Tal qual o nome indica, foi a terceira ilha do Arquipélago dos Açores a ser descoberta.

Ainda antes da aterragem podemos ver algo parecido com uma tela pintada de um verde intenso, com imensas planícies e serras imponentes.

Constantemente, esta ilha vulcânica, oferece a quem a visita uma vasta paisagem infinita de beleza natural.

Uma das melhores formas de explorar a ilha Terceira é alugar um carro e criar o vosso próprio percurso visitando assim cada sítio ao vosso ritmo.

Todavia, podes vir connosco em Outubro e viajar como um local, conhecendo todos os segredos desta maravilhosa ilha. Fica a conhecer o nosso Líder Juca e entra nesta aventura connosco.

A ilha Terceira é também uma das ilhas que te permite fazer o encaminhamento gratuito SATA para as Ilhas das Flores e Corvo.

Prepara-te para viajar ao centro da Terra com este roteiro de locais a não perder!

Assim, comecemos por um passeio ao centro histórico de Angra do Heroísmo.

Vulcão extinto com caldeira e rodeado por 4 picos, com cidade de Angra do heroísmo atrás, na Terceira.
Monte Brasil e Angra do Heroísmo – Terceira

Angra do Heroísmo

Além de ser a Capital da Terceira, Angra do Heroísmo é, também, a Capital histórica dos Açores. Foi fundada em 1534 e foi a primeira localidade de Portugal a ser elevada a cidade e classificada como Património Mundial pela UNESCO.

Em outras palavras, é uma cidade encantadora, não só pela sua história e beleza natural, mas também pelas pessoas que nela habitam.

O que visitar no Centro Histórico

Depois de chegares a Angra, começa a tua experiência por calcorrear as ruas do centro histórico até à Praia de Angra. Percebe-se, imediatamente, que esta cidade é cheia de mistérios e tem muito para descobrir.

Posto isto, começa a explorar a cidade, por exemplo, pela Igreja da Sé, considerada a maior construção religiosa de todo o arquipélago dos Açores.

Posteriormente podes descer até à Praça Velha, no centro da cidade, que  foi construída na Idade Média, sendo reconstruída mais tarde.

Mesmo ali ao lado, temos o Jardim Duque da Terceira onde podemos viajar no tempo e aproveitar para tomar um café e disfrutar da vista sobre o jardim e descansar um pouco.

Em seguida, uma caminhada até o Forte de São Sebastião ou, também, conhecido como castelinho. Esta foi a primeira grande fortificação marítima na defesa do Porto de Pipas e consequentemente a sua cidade.

Assim, aqui respiramos e absorvemos a magnífica vista sobre o oceano Atlântico e o Monte Brasil.

Ah! Que perfeita junção de cores, o azul e o verde!

Depois podes descer até à Marina de Angra, tirar uma fotografia com Vasco da Gama e admirar a bela Igreja da Misericórdia. Se possível tomem banhos de sol ou mergulhem na Prainha de Angra.

Finalmente, aproveita para conhecer o  Museu Vulcanespeológico, e a Igreja de Nossa Senhora do Carmo, implantada numa enorme escadaria.

Sobretudo, usufrui de toda a beleza deste lugar fascinante e cheio de história.

Destaco as festas Sanjoaninas, realizadas a meados de Junho. São as maiores festas profanas dos Açores.

Igreja azul e branca com duas torres sineiras e relógio no meio. Monumento do vasco da gama.
Igreja da Misericórdia e Monumento Vasco da Gama – Angra do Heroísmo

O que visitar no lado Ocidental da Ilha Terceira

Monte Brasil

Antes de mais nada, deixem que vos diga que fica muito difícil descrever por palavras a beleza deste lugar.

Defendido pela Fortaleza de São João Baptista, o Monte Brasil é um vulcão extinto com a sua origem no mar.

Existe um percurso pedestre sinalizado e marcado e ao longo dele, diferentes miradouros, onde se pode parar e observar a vista panorâmica sobre a cidade e a Baía.

É também um excelente local para levar as crianças, como também para fazer um piquenique, visto que tem um parque de merendas.

Atualmente, o Monte Brasil é paisagem protegida e  parque natural da cidade com fauna e flora bastante diversificadas.

Caldeira do vulcão extinto rodeada com 4 picos
Caldeira do Monte Brasil

Algar do Carvão

Localizado na zona central da ilha, na Caldeira de Guilherme Moniz, com os seus 15 km de perímetro, é a maior caldeira do Arquipélago dos Açores.

Este cone vulcânico é um dos ex-líbris da Ilha Terceira, e é um sítio mágico e único no mundo.

Uma das curiosidades deste cone é, por exemplo, a realização de concertos no seu interior devido à sua boa acústica.

Ao entrar neste cone vulcânico passamos por vários túneis e nesse sentido ficamos maravilhados com a beleza e imensidão deste Vulcão Estromboliano. Ainda mais que podemos descer até quase 100 metros de profundidade e terminar a descida numa bela lagoa.

Parede de parte de Vulcão inativo com cores branca e amarela. Lagoa no fundo do vulcão extinto. abertura superior do vulcão extinto visto de dentro com vegetação verde
Algar do Carvão – Com fotografia de @trilhasoutdoortours

Gruta de Natal

Localizada junto aos Picos Gordos, na Reserva Florestal Natural da Serra de Santa Bárbara e Mistérios Negros.

A Gruta de Natal já conheceu outros nomes, então, deu-se a conhecer por este nome depois da realização da missa de Natal, a 25 de Dezembro de 1969.

Ao entrar nesta gruta, temos a sensação que a vamos explorar assim como uns verdadeiros geólogos ao percorrer o tubo de lava com quase 700m de comprimento. Aqui podemos observar vários tipos de lava, estruturas geológicas diferentes e estalactites.

Após visitares a Gruta de Natal, mesmo em frente, encontrarás uma pequena, mas bonita lagoa, a Lagoa de Negro.

Caminhando no tunel de lava. Verde intenso e lagoa negra no meio
Túnel de Lava e Lagoa do Negro

Furnas de Enxofre

A apenas 3 km do Algar do Carvão localizam-se as Furnas de Enxofre.

Existe um percurso pedestre que é feito à volta das fumarolas. Estas fumarolas vulcânicas, são o resultado da infiltração das chuvas, libertando gases quentes e vapores de água. Porém, em algumas zonas, o percurso pode tornar-se mais lamacento, sendo, contudo, de fácil passagem. Da mesma forma, também é possível ver as aberturas das fumarolas e as cores interessantes das rochas no seu redor.

Passadiço em madeira e fumarolas ao redor
Parte de Percurso – Furnas de Enxofre

Serra Santa Bárbara

A Serra de Santa Bárbara, é o ponto mais alto da terceira, com 1021 metros. Enquanto estiver nevoeiro fica difícil apreciar a beleza deste lugar. Contudo, se S. Pedro der uma ajudinha,  é fantástica a paisagem sobre grande parte da Ilha terceira, assim como as ilhas do Pico, São Jorge e Graciosa.

Campos verdes pela montanha abaixo
Uma das paisagens da Serra de Santa Bárbara

O que visitar no lado Oriental da Ilha Terceira

Miradouro da Serra do Cume

Maravilha-te no Miradouro da Serra Cume com a vista incrível sobre os campos agrícolas da ilha.  Então, aqui podes fazer magia com a tua máquina fotográfica. Aconselho a esperares pelo pôr do sol!

paisagem dos campos agrícolas que se assemelham a retalhos de tecido, visto de cima ao por do sol e em dia com algumas nuvens
Varanda da Serra do Cume – @trilhasoutdoortours

Miradouro do Facho e Praia Vitória

Sobe ao Miradouro do Facho e deliciem-se com a vista sobre a Praia Vitória, bem como a Baía da Povoação e a Serra do Cume. Depois é só descer em direção à praia grande e relaxar. Do mesmo modo, aproveita também para calcorrear as ruas do centro histórico, não te vais arrepender.

Miradouro do Facho na terceira, onde vemos a baía da povoação, sua praia de areia preta e a serra do cume
Vista da Praia Vitória e Baía da Povoação – Miradouro do Facho

As piscinas naturais da Terceira

Na povoação de Biscoitos encontras uma das mais famosas piscinas para mergulhar, com rochas negras, resultantes das erupções vulcânicas. Ainda assim, o que não falta na Terceira é oferta de piscinas naturais. Ou seja, ao explorares a ilha vais encontrar várias: da Silveira, das quatro Ribeiras, das cinco Ribeiras, Porto Martins e de São Sebastião.

Rochas vulcânicas com uma ponte para as atravessar e as piscinas naturais por baixo
Zona Balnear de Biscoitos

Dicas para um Manjar dos Deuses

Certamente muitas das vezes o que nos move em viagem é a gastronomia. Ora, inegavelmente a Terceira não exceção! O prato típico é a Alcatra, cuja sua base pode ser de carne ou de peixe. Este prato é cozinhado lentamente num pote de barro e acompanhado por um pão ou massa sovada. Como resultado desta bela iguaria, temos sabores intensos que não vão esquecer tão cedo.

Na doçaria, também muitas opções para nos deliciar, contudo, destacamos os bolos da Dona Amélia feito de mel de cana, canela, corintos e cidras.

A pastelaria O Forno, em Angra do Heroísmo, tem fabrico próprio de uma enorme variedade de doçaria regional.

Não deixem de passar na Queijaria do Queijo Vaquinha, a fim de assistires ao fabrico do queijo. Aproveita senta-te no café e disfruta de um lanchinho salgado, como, por exemplo, uma tábua de queijos.

Assim, recomendamos alguns dos locais onde podes disfrutar da Gastronomia local e outras confeções de deleite.

  • Ti Choa (Serreta)
  • Tasca das Tias  (centro histórico de Angra do Heroísmo)
  • Caneta (Altares)
  • O Raul (Biscoitos)
  • Boca Negra (Porto Judeu)

Como é uma viagem de avião, ou até mesmo o tempo é imprevisível, tão típico dos Açõres, não te esqueças de fazer um seguro de viagemIati seguros

E então, estás pronto para conhecer a Terceira?

Podes vir connosco em Outubro e descobrir estes e outros segredos desta magnífica Ilha.

 

Are you ready to Break Free?

Deixe uma resposta